• Você já sabe que quer
    derrotar Bolsonaro

    Fizemos este guia com as principais lições que aprendemos nos últimos anos para te ajudar nessa luta

  • Se você chegou até aqui, você concorda que o Bolsonaro é um mal a ser combatido e está disposto a fazer algo.

     

    Fizemos este guia porque precisamos agir, agora, para evitar que esse sociopata se reeleja.

     

    Pelas pesquisas pode parecer que o jogo já está ganho, mas o bolsonarismo segue muito mobilizado, tá com a máquina pública na mão e tem muita água para rolar até outubro.

     

    Quem fez este guia é um grupo de ativistas que tem trabalhado há mais de dois anos para enfraquecer o Jair. Aprendemos algumas coisas - umas mais óbvias, outras que parecem contraditórias - e achamos que é vital compartilhar elas com o campo para que a gente tenha mais potência pra derrotar o Bozo neste ano.
     

    BORA!!??

  • PASSO 1

    Foque nos Mais-ou-Minions

    Não perca tempo tentando convencer o gado

    Entenda qual é o público em que você deveria focar.

  • Esqueça seu tio que ama o Jair (bolsominion) e seu amigo que odeia ele. A maior parte dos brasileiros só acha JB um político como os outros.

     

    São os mais-ou-minions. Muita gente que você conhece é assim. Eles estão nos seus grupos de zap e te seguem nas redes sociais. Eles não gostam de política e fogem da "polarização".

     

    São eles que decidem uma eleição e é com eles que você tem que falar!

  • PRA LEVAR

  • PASSO 2

    Fale sobre o que dói

    Foque nos assuntos que geram mais rejeição

    Saiba quais são eles

  • Você já cansou de ouvir o termo cortina de fumaça. Mas eu acho que você ainda não entendeu direito como fugir dela. O Jair É uma cortina de fumaça. 

     

    Tudo que ele fala é para puxar a conversa para onde ele vai se fortalecer.

    Por trás disso, tem os temas que o Jair não quer que você fale. As coisas que doem de verdade. Que afastam mais-ou-minions dele. É sobre esses temas quea gente precisa falar todo dia.
     

  • PRA LEVAR

  • PASSO 3

    Ataque ele, e não seus apoiadores

    O inimigo é o Jair

    Diferencie o gado fanático daqueles que votaram nele em 2018

  • Eu não te conheço. Mas tenho certeza que você sente prazer em xingar o gado. Eu entendo de onde vem e a raiva que dá, mas na prática não funciona.

     

    Por isso, o foco de ataque tem que ser no Jair, na família dele e nas figuras políticas que o cercam e defendem, não no cidadão comum que segue o apoiando.

  • PRA LEVAR

  • PASSO 4

    Use o humor

    Nem TUDO precisa ser sério

    A tragédia o tempo todo cansa. Alívio cômico pode ser muito potente

  • Tem muitos temas para falar mal do Jair, e também tem muitos tons possíveis. Podemos falar da tragédia que vivemos. Podemos falar com a raiva que sentimos, e essas coisas funcionam. Mas elas também cansam. Uma das coisas que vimos que mais funciona é falar com humor.

     

    Porque é criticar com leveza, é dar alívio cômico pra uma situação horrível. As pessoas estão cansadas de saber que tá tudo uma merda, mas nunca cansam de dar uma boa risada às custas do biroliro.
     

  • PRA LEVAR

  • PASSO 5

    Faça testemunhos pessoais

    Seja você um ícone anti-bolsonaro

    Um vídeo seu reclamando do Brasil atual pode viralizar mais do que uma super-produção com roteiro e animações

  • Quantos vídeos você já viu de um apoiador do Jair falando pra câmera, falando de alguma situação, chamando para alguma ação? Quantos áudios e textos? Eles fazem isso porque o gabinete do ódio estimula que eles façam. E isso funciona.

     

    Você precisa fazer o mesmo. Abre aí o áudio e conta como o governo do Jair te fudeu. Grava você xingando ele enquanto compra um saco de arroz por 30 reais. Quanto mais verdade for, mais longe ele vai.

  • PRA LEVAR

  • PASSO 6

    Escolha bem as suas palavras

    Palavras têm poder!

    A forma como você se refere ao Jair pode fazer com que a pessoa se aproxime ou se afaste dele

  • O Jair é um monte de coisa. Mas chamar ele de todas essas coisas não funciona para falar com mais-ou-minions.

     

    Quanto melhor você escolher o termo que usa para adjetivar JB, mais gente você vai conseguir afastar dele.

  • PRA LEVAR

  • PASSO 7

    Tire suas próprias conclusões

    Deixe as pessoas pensarem sozinhas!

    Entregue todas as informações, mas deixe seu mais-ou-minion concluir sozinho que o Jair não é a opção certa

  • "Só quem é burro ou facista não odeia o bozo". Eu sei que você acha isso e que já deve ter compartilhado conteúdo que fala isso.

     

    Enquanto isso, o Carluxo e o gabinete do ódio falam "tire suas próprias conclusões". Adivinha que conteúdo é mais bem recebido pelos mais-ou-minions?

  • PRA LEVAR

  • PASSO 8

    Não defenda, só ataque

    Frente de batalha não defende!

    Se o seu objetivo é tirar voto do Jair, foque nisso e não em defender outro candidato

  • Se a sua estratégia para derrotar o Jair é convencer mais-ou-minions que algum político ou partido de esquerda são ótimos e que eles deveriam se converter, você não entendeu nada.

     

    Afastar mais-ou-minions do Jair não é igual a convencê-los a ser de esquerda. A maior parte dos mais-ou-minions cagou para esquerda e direita. É mais fácil convencer eles a não votar em Jair por ele ser um irresponsável que fodeu com a vida do brasileiro do que porque ele não é de esquerda.

  • PRA LEVAR

  • PASSO 9

    Entenda os campos de batalha

    Cada lugar tem uma estretégia diferente

    Para ser assertivo, você precisa entender como cada rede funciona para poder alcançar o sucesso

  • Cada rede social é um campo de batalha que funciona e serve para fins diferentes. Você precisa entender como a guerra funciona em cada uma e isso não vai caber aqui, então espere os vídeos que vou fazer.

     

    O resumo é: você precisa estar em mais grupos no zap, voltar a ser ativo no facebook, dar mais indiretas no instagram, entrar no tiktok para passar vergonha, frequentar o youtube e passar menos tempo no twitter.

  • PRA LEVAR

  • PASSO 10

    Reconheça aliados estratégicos

    O inimigo do teu inimigo é teu amigo

    Deixa sua treta para depois das eleições, agora precisamos focar no que é mais estratégico

  • Se você não desistiu de ler essa porra até aqui, vai desistir agora. E o problema é seu. Mas eu preciso falar uma coisa que você não vai gostar. Você que é lulista precisa entender que o cirista tá do teu lado nessa missão. Ciristas, mesma coisa. Você que é de esquerda precisa entender que quem é direita e tá contra JB é útil para você agora. E vice-versa.

     

    Você não precisa adorar, defender ou tentar entender. Só que se essa pessoa tá batendo no Jair, deixa ela bater e se tiver coragem, fortalece. No dia seguinte à derrota de JB podemos retomar as nossas tretas. Hoje, é mais estratégico cessar fogo.

  • PRA LEVAR

  • TELEGRAM

    Para receber os próximos passos, faça parte do nosso canal

    Canal do Telegram

×
Termos e Condições
POLÍTICA DE USO DE DADOS

Quais dados são coletados pela TIRA VOTO DO JAIR?

Primeiramente, ninguém precisa fornecer nenhum dado para ter acesso ao conteúdo de TIRA VOTO DO JAIR. Os vídeos e conteúdos estão disponíveis gratuitamente no site.

 
Se a pessoa optar por fazer parte da rede que estamos construindo em WhatsApp, os dados visíveis são número de telefone e/ou nome.

O que é feito com os dados coletados?

Os dados de nome e telefone coletados de pessoas que optem por fornecê-los são usados única e exclusivamente para compartilhamento de conteúdos em sintonia com esta campanha e em defesa da democracia e de ideais democráticos. 

Como pessoas podem remover, corrigir ou atualizar seus dados que estão nas bases de dados?

Para solicitar a remoção, correção ou atualização de seus dados, é só solicitar aos administradores do grupo a qualquer momento.

Também é possível entrar em contato conosco pelo e-mail tiravotodojair@riseup.net.

Como mantemos seus dados seguros?

Fazemos uso de equipamentos, serviços e práticas fortemente orientadas para a proteção de dados e segurança da informação. Não compartilhamos os dados coletados com ninguém que não esteja diretamente envolvido na gestão dos canais de comunicação da campanha e os dados são armazenados em plataformas seguras.


É importante destacar que, no caso de pessoas que optem por se juntar a grupos em aplicativos de mensagens, algumas de suas informações estarão inevitavelmente expostas a outros membros desses grupos devido ao funcionamento dessas plataformas. Por exemplo: se você entra em um grupo de WhatsApp, todos os demais membros desse grupo passam a ter acesso ao seu número de telefone, porque é assim que o aplicativo funciona. Nesses casos, não temos como impedir o uso malicioso de seus dados por parte de terceiros que venham a acessá-los.

 

Também é importante destacar que nenhuma página ou ferramenta virtual é totalmente segura e livre de riscos. Apesar de todos os nossos protocolos de segurança, é possível que problemas gerados por terceiros ocorram, como ataques de hackers. Caso ocorra qualquer incidente de segurança que possa gerar riscos relevantes, comunicaremos todas as pessoas afetadas e tomaremos todas as medidas para minimizar os impactos do problema.

Essa política de uso de dados pode vir a ser atualizada no futuro?

Sim, principalmente em função de novas atividades que venham a ser desenvolvidas pela campanha. Eventuais mudanças serão sempre informadas, e todos terão a possibilidade de solicitar a remoção, correção ou atualização de seus dados a partir delas.